OAB de Diadema realiza palestra sobre Direito Constitucional

Assessoria de Imprensa
Por Assessoria de Imprensa março 12, 2013 14:09

OAB de Diadema realiza palestra sobre Direito Constitucional

A 62ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Diadema abriu espaço, ontem (6), para a palestra “O Novo Direito Constitucional”, ministrada por Luiz Braz da Silva. Formado em Direito e professor de Direito Penal e Direito Processual da FMU e da Universidade Brás Cubas, doutor Braz direcionou a palestra para estudantes de Direito da União Nacional das Instituições de Ensino Superior Privadas (UNIESP) / Faculdade de Diadema (FAD) e também para profissionais da área. Além disso, a diretoria da subseção também participou do evento. As mais de 80 pessoas que acompanharam o evento receberam certificados de participação.

Durante a exposição, Braz destacou aos presentes que o berço técnico do Direito se encontra em dois países: Itália e Alemanha. “O Direito justo surgiu nesses dois países com o pós-positivismo”, avaliou acrescentando que a área é muito mais abrangente do que qualquer outra ciência e que, portanto, é preciso trabalhar para que haja justiça.

Segundo o expositor, a lei existente é para servir como norte para que a pena seja aplicada de maneira correta e em casos certos. “Não basta apenas aplicar a lei, mas é preciso ter um pouco de magia na hora de aplica-la. É preciso olhar em volta e ver cada situação”, disse o advogado.

Outro ponto destacado por Braz é em relação à linguagem utilizada por advogados. Para o palestrante, é preciso distinguir o tipo de linguajar em cada caso. “Haverá casos em que vamos trabalhar para o povo e, portanto, é preciso utilizar uma linguagem mais simples. Na verdade, o Direito é para ser falado e entendido por todos independente da classe social”, ressaltou.

Ao fim da palestra, Braz recebeu um certificado das mãos da presidente Marilza Nagasawa que aproveitou a ocasião para agradecer a ministração da palestra. “Foi um momento de reflexão também para os advogados. No dia a dia nem sempre para refletir e pensar nessa discussão trazida pelo doutor Braz que, sem dúvida, foi fundamental para nós”, destacou Marilza.

 

Assessoria de Imprensa
Por Assessoria de Imprensa março 12, 2013 14:09
Escrever um comentário

sem comentários

Ainda não há comentários!

Deixe-me lhe contar uma história triste! Não existem comentários ainda, mas você pode ser primeiro a comentar este artigo.

Escrever um comentário
Ver comentários

Escrever um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*