OAB de Diadema participa de encontro do Plano de Unificação, Modernização e Alinhamento do TJ-SP

Assessoria de Imprensa
Por Assessoria de Imprensa abril 15, 2013 18:06

OAB de Diadema participa de encontro do Plano de Unificação, Modernização e Alinhamento do TJ-SP

A diretoria da 62ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Diadema participou, nesta segunda-feira (15), no Fórum de Diadema, de encontro entre magistrados, promotores, defensores e advogados promovido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, com transmissão mediante videoconferência pelos juízes assessores da presidência e equipes técnicas.

O PUMA, Plano de Unificação, Modernização e Alinhamento, atende vários objetivos, sendo que os discutidos nesse encontro foram os de número 05 e 07 do planejamento estratégico, ou seja, ampliação das Varas Digitais e Implantação de sistema informatizado único. A criação do processo eletrônico vai inaugurar uma nova fase nas vidas dos advogados, sendo necessário que a categoria se adapte ao novo processo eletrônico. Os operadores do direito receberam orientação sobre pontos da nova sistemática que já está em vigor em alguns tribunais e será implantado na cidade em julho deste ano.

Com o novo sistema em vigor, o advogado poderá fazer consulta de processos e praticar atos processuais a qualquer momento e em qualquer computador habilitado com acesso à internet. De acordo com a presidente da OAB de Diadema, doutora Marilza Nagasawa, a comarca está totalmente empenhada em auxiliar os advogados inscritos quanto ao novo sistema. “A OAB vai dar todo suporte necessário aos advogados para que o processo seja implantado com sucesso”, destacou a doutora Marilza. Além da presidente, participaram o Vice-presidente da OAB, doutor Arnaldo Henrique Bannitz; o Secretário Geral, doutor Edivaldo Lubeck; o Secretário Adjunto, doutor Luiz Incerpi;  a Tesoureira, doutora Deniva Maria Borges França e o Presidente da Comissão de Assistência Judiciária, Dr. Altino Alves Silva.

Para o juiz da 1ª Vara Criminal de Diadema, doutor Heitor Donizete de Oliveira, o novo sistema irá facilitar, principalmente, o trabalho do advogado. “Vai ficar mais fácil para o advogado, porque poderá ter acesso aos autos do processo de qualquer lugar. Cada advogado terá sua assinatura eletrônica e poderá fazer suas consultas sobre os processos de onde estiver. Vai ser uma economia de tempo para todos”, disse o juiz.

A Certificação Digital compõe um arquivo eletrônico que contém conjunto de informações referentes à entidade para a qual um certificado dessa natureza foi emitido – seja uma empresa, uma pessoa física ou um computador. Esse arquivo tem como característica principal a combinação de um par de chaves: uma pública, que é de conhecimento geral, e uma privada, que deve ser mantida em sigilo, em total segurança pelo titular do certificado.

Para simplificar, os certificados digitais são documentos eletrônicos que identificam, com segurança, pessoas (físicas ou jurídicas), fazendo uso de criptografia, tecnologia que assegura o sigilo e a autenticidade de informações. Além disso, garantem confiabilidade, privacidade, integridade e inviolabilidade em mensagens e em diversos tipos de transações realizadas via internet. Outra vantagem do certificado digital é ter validade jurídica para ser utilizado como assinatura de próprio punho, comprovando que seu proprietário concorda com o documento assinado. Todos os vídeos do projeto PUMA podem ser acessados no site do TJ-SP (www.tjsp.jus.br/Puma/).

Assessoria de Imprensa
Por Assessoria de Imprensa abril 15, 2013 18:06
Escrever um comentário

sem comentários

Ainda não há comentários!

Deixe-me lhe contar uma história triste! Não existem comentários ainda, mas você pode ser primeiro a comentar este artigo.

Escrever um comentário
Ver comentários

Escrever um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*