Nota de repúdio – OAB subseção Diadema

Administração
Por Administração setembro 11, 2018 17:31

NOTA DE REPÚDIO

Nota de repúdio

A Ordem dos Advogados do Brasil subseção Diadema, através de sua presidente, bem como da comissão da mulher advogada, REPUDIA  veementemente a prisão ilegal, arbitrária, desproporcional e vexatória de uma advogada nas dependências do 3º Juizado Especial Cível de Duque de Caxias, nesta segunda-feira (10), na ocasião em que exigia o respeito às suas prerrogativas e ao direito de defesa de sua cliente.

A utilização imotivada da força contra a profissional, que além de colocada no chão da sala de audiências foi algemada, representa afronta a toda advocacia e suas prerrogativas.

Manifestamos nossa solidariedade à colega e nos colocamos à disposição para quaisquer atos ou ações que visem a reparação de  danos à sua dignidade.

Repudiamos  também a postura dos colegas advogados que presenciaram o triste episódio, sem nenhuma reação, como se fosse algo comum, porém é fato que hoje foi a colega, amanhã poderá ser você, nobre advogado (a). Reflita.

 É triste a constatação de que um longo caminho ainda teremos que percorrer, a fim de coibirmos as violações de direitos, influenciadas por questões de gênero e raça.

Marilza Nagasawa
Presidente 62a. Subseção da OAB/Diadema

Célia Aparecida Lisboa
Presidente da comissão da mulher advogada OAB/Diadema

Administração
Por Administração setembro 11, 2018 17:31
Escrever um comentário

3 Comentários

  1. Cintia setembro 11, 18:43

    Aos Colegas que não tiveram acesso ao Vídeo, a Advogada Valéria Lucia dos Santos no exercício da Profissão em Audiência do JEC em Duque de Caxias conduzida por “Juiza Leiga” foi afrontada ao exigir seu direito de manifestar-se em Contestação, ameaçada, coagida e se não bastasse pressionada pelos próprios Colegas de Profissão. Não sendo o suficiente ofendida por Seguranças e em nenhum momento os Colegas que presenciaram o Ato tomaram a frente para defendê-la o mínimo que se espera de um Advogado, eis que, a Advocacia não é Profissão para Covardes. Fica a lição e a Vergonha que representa este comportamento Omissivo de Quem não se preocupou em exercer sua Profissão em prol do seu Par. Indignada e Envergonhada.

    Reply to this comment
  2. Cintia setembro 11, 18:45

    Aos Colegas que não tiveram acesso ao Vídeo, a Advogada Valéria Lucia dos Santos no exercício da Profissão em Audiência do JEC em Duque de Caxias conduzida por “Juiza Leiga” foi afrontada ao exigir seu direito de manifestar-se em Contestação, ameaçada, coagida e se não bastasse pressionada pelos próprios Colegas de Profissão. Não sendo o suficiente ofendida por Seguranças, os presentes não tomaram a frente para defendê-la, o mínimo que se espera de um Advogado, eis que, a “Advocacia não é Profissão para Covardes”(sic). Fica a lição e a Vergonha que representa este comportamento Omissivo de Quem não se preocupou em exercer sua Profissão em prol do seu Par. Indignada e Envergonhada.

    Reply to this comment
  3. Cintia Ramos setembro 11, 18:51

    A Advogada Valéria Lucia dos Santos no exercício da Profissão em Audiência do JEC em Duque de Caxias conduzida por “Juiza Leiga” foi afrontada ao exigir seu direito de manifestar-se em Contestação. Foi Ameaçada, Coagida, Ofendida pressionada pelos próprios Colegas. Não bastasse nenhum dos presentes tomaram sua defesa, o mínimo que se espera de um Advogado, eis que, a “Advocacia não é Profissão para Covardes”(sic). Lamentável que este comportamento Omissivo seja a “regra” de Quem não se preocupou em exercer seu Mister

    Reply to this comment
Ver comentários

Escrever um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*